ONDAS
Feijoada do Cacau será no dia 21 de fevereiro- Sábado . aloha!!!

É uma festa que já entrou no calendário do nosso Estado, que vem gente das principais cidades de Santa Catarina, do Brasil e do exterior.



O Evento mais democrático da cidade o mais organizado.

A tradicional festa promovida por Cacau Menezes, colunista do Diário Catarinense e da RBS Tv, é freqüentada por um público de boa qualidade, que contará com um ponto exclusivo de venda de ingressos no Floripa shopping, um dos patrocinadoires do evento.

Vendas de ingressos

Terá início na próxima segunda-feira, 16/02, a venda das camisetas, aberta ao público e de 17 a 20/02 acontece a entrega delas para convidados e patrocinadores.

Horário
A venda das camisetas começa às 10h00 (horário de abertura do shopping) para quem chegar mais cedo, senhas serão distribuídas na área externa do Floripa Shopping - na entrada pela Rodovia Virgílio Várzea - exclusivamente.

No dia 16/2, próxima segunda-feira, uma estrutura montada no Floripa Shopping, receberá os milhares de interessados em comprar camisetas para a festa do Cacau, ao preço de R$ 120,00.

Local da Festa
A edição 2009 da Feijoada do Cacau acontece no sábado de carnaval, da 21 de fevereiro, no Canal da Barra da Lagoa. Com perfil itinerante, o evento acontece no mesmo espaço onde são realizadas as festas da tainha.

Durante a feijoada, o Floripa Shopping irá realizar uma ação com um grande tabuleiro onde as peças são os próprios convidados, para divertir e premiar os foliões com presentes de lojas do Floripa Shopping.

Venda de ingressos para a Feijoada do Cacau
Local: Floripa Shopping (ponto de venda exclusivo), a partir das 10h00 (senhas exclusivamente pela entrada da Rodovia Virgílio Várzea)
Vendas: Dia 16 de fevereiro
Preço: Camiseta a R$ 120,00 masculino e feminino.
Horário da festa: inicia 12:00 horas.






Vai Bombar... aloha!!!
 

 
Oi Rio Pro 2016 - Tyler Wright é bicampeã

Deu Tyler Wright na etapa feminina Oi Rio Pro 2016. Num repeteco da final de 2013, a australiana venceu sua conterrânea Sally Fitzgibbons e tornou-se bicampeã do CT brasileiro.

Tyler começou muito forte na final, com uma direta em que aplicou duas potentes rasgadas e arrancou 8,67 pontos. O caminho de Sally foi ficando cada vez mais difícil, pois além dela não achar ondas abertas, Tyler conseguia ir trocando sua segunda nota. Num determinado momento, Sally, que também é bicampeã no Rio e fez sua quarta final na cidade, precisava de 9,73. para vencer.

Quando restavam oito minutos para o fim, Sally achou uma onda que deu chance para duas manobras, uma rasgada forte e uma pancada na junção. A nota 7,17 a colocou novamente no jogo, mas ela não conseguiu driblar a forte correnteza e as ondas que passavam de 1,5m nas séries e terminou pela terceira vez como vice no Rio de Janeiro.

A terça-feira no Postinho amanheceu sem ondas e foram feitas três chamadas, umas às 7h, outra às 10h e a última às 12h45, quando foi definido que as disputas começariam às 13h, já que o mar já apresentava condições de surf, mesmo que difíceis.

E quem fez bonito nas quartas foi Courtney Conlogue, que chegou ao Rio sendo a dona da camiseta amarela de líder do ranking. Na segunda bateria da fase ela escovou uma direita com fortes manobras e arrancou uma nota 9, a maior do dia. Depois ainda acrescentou 7,50 em seu somatório e ficou com 16,50, o maior das finais femininas. Pior para a havaiana Tatiana Weston-Webb que até fez uma onda boa que valeu 8 pontos, porém ela não achou outro high score e foi eliminada, terminando em quinto lugar na prova.

Além de Courtney, Sally Fitzgibbons, Tyler Wright e Carissa Moore também avançaram para a semifinal. A primeira foi entre Sally e Courtney, e dessa vez não deu para a norte-americana. Nas condições ainda difíceis e já com ondas de quase 1,5m, subindo mais a cada momento, a australiana achou uma direita abrindo e com três manobras arrancou 8,43. Courtney ainda conquistou 7,50, mas acabou eliminada pelo placar de 14,10 a 14,00.


Final

Tyler Wright (AUS) 13,10 x 10,34 Sally Fitzgibbons (AUS)

Semifinais Femininas

1 Sally Fitzgibbons (AUS) 14,10 x 14,00 Courtney Conlogue (EUA)

2 Tyler Wright (AUS) 13,60 x 10,10 Carissa Moore (HAW)

Quartas de final Femininas

1 Sally Fitzgibbons (AUS) 13,73 x 13,30 Malia Manuel (HAW)

2 Courtney Conlogue (EUA) 16,50 x 11,10 Tatiana Weston-Webb (HAW)

3 Tyler Wright (AUS) 14,87 x 12,70 Johanne Defay (FRA)

4 Carissa Moore (HAW) 15,84 x 7,50 Stephanie Gilmore (AUS)



Próxima chamada Masculino.

A próxima chamada para o Oi Rio Pro 2016 acontece nesta quarta-feira no Postinho da Barra da Tijuca, às 6h30 para um possível início às 7h
 

 
Surfe: com nota 10, Filipe Toledo avança em Gold Coast



Filipe Toledo segue reinando em Gold Coast. Atual campeão da etapa australiana que abre a temporada do Mundial de Surfe, o brasileiro conseguiu o primeiro "10 perfeito" (quando o surfista recebe nota 10 de todos os juízes) de 2016 e avançou às quartas de final na praia de Snapper Rocks na manhã desta segunda-feira. Com manobras incríveis e uma nota final de 19.20, o surfista de 20 anos eliminou o australiano Joel Parkinson (15.43) e o americano Conner Coffin (11.53).

Dos nove brasileiros que foram a Snapper Rocks, apenas três continuam na briga pelo título da etapa: Filipe Toledo, já garantido nas quartas, e Adriano de Souza, o Mineirinho, e Caioo Ibelli, que caíram na quarta-fase e agora dispustarão a repescagem. Antes, Gabriel Medina, Wiggolly Dantas, Jadson André e Italo Ferreira haviam sido eliminados na terceira fase, assim como o australiano tricampeão mundial Mick Fanning.
Campeão do WCT em 2015, Adriano de Souza disputou a quarta fase com o compatriota e estreante Caio Ibelli e com o experiente Marr Wilkinson. Com uma nota 14.10, o australiano superou Mineirinho (11.80) e Caio (10.50) e se garantiu nas quartas de final. Na repescagem, Mineirinho enfrentará Conner Coffin, enquanto o calouro desafiara o australiano Joel Parkinson, bicampeão em Snapper Rocks (2002 e 2009).


 

 
 
[2016-05-18] - Oi Rio Pro 2016 - Tyler Wright é bicampeã
[2016-03-14] - Surfe: com nota 10, Filipe Toledo avança em Gold Coast
[2015-12-04] - Mick Fanning vence em Sunset
[2015-11-23] - Hawaiian Pro Filipe Toledo é vice campeao
[2015-11-09] - Miguel Pupo é o campeão do Oi HD São Paulo Open. Deu Miguelito,
[2015-11-09] - Três brasucas chegam ao Hawaii com chances ao título.aloha mahalo -
[2015-11-03] - Cinco anos sem Andy Irons: surfistas lembram momentos com tricampeão - aloha AI-
[2015-10-31] - Filipe Toledo derrotou seu compatriota Italo Ferreira em Supertubos, Portugal, para ficar com o título do Rip Curl Pro 2015
[2015-10-26] - Deu Deivid Silva na praia do Santinho no Red Nose. aloha
[2015-10-06] - QS Santinho 2015 - Etapa de nível 6000 rola em outubro